Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Salles aguarda verba do Acordo de Paris

Equipe BR Político

Segundo o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, o Brasil está cumprindo sua parte no Acordo de Paris e, por isso, espera que os países ricos paguem os US$ 100 bilhões anuais, a partir de 2020, aos países em desenvolvimento comprometidos com a redução de emissões. A fala do ministro ocorre dias depois de Alemanha e Noruega suspenderem o apoio financeiro ao Fundo Amazônia e após o governo brasileiro ampliar as críticas à Europa sobre as questões ambientais. “O Brasil está indo bem nas suas metas (do Acordo de Paris), mas a Europa já disse que não vai cumprir”, disse o ministro, na abertura da 27ª Feira Internacional da Bioenergia (Fenasucro), em Sertãozinho (SP).

Ao ser questionado se o governo não temia sanções dos europeus dentro do recém-assinado acordo comercial entre Mercosul e União Europeia, Salles disse que foi o atual governo que conseguiu celebrar negociações entre os dois blocos e se manteve no Acordo Paris, mesmo com a posição inicial contrária do presidente Jair Bolsonaro. Agora, de acordo com ministro, o País “aguarda volume de recursos naquele montante”. “Precisamos elencar mecanismos com volume e escalabilidade para receber esses recursos internacionais, para projetos que efetivamente contribuam para o Brasil manter sua biodiversidade. Temos certeza que estamos no caminho correto”, completou.

Assine o BR Político para ter acesso a produtos e informações exclusivos. Clique neste link para se tornar um assinante.

Tudo o que sabemos sobre:

Ricardo SallesAcordo de ParisMeio Ambiente