Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Salles: ‘Já atingimos o desmatamento relativo zero’

Equipe BR Político

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, foi questionado pela Folha na quinta, 4, sobre o aumento do desmatamento na Amazônia. Segundo dados do Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite (Prodes), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), foram desmatados 7.900 km2 entre 2017 e 2018. Entre 2016 e 2017, a área desmatada foi de 6.947 km2. Um dia antes, ele dissera à Globonews que o desmatamento no bioma no primeiro período era de 0,002%. No entanto, o número correto é 0,16%, considerando os aproximados 8.000 km2 desmatados em relação à área total. A correção foi feita por Salles em evento em São Paulo no dia seguinte, destacando que “o zero relativo nós já atingimos”.

“Busca-se o zero absoluto ou o zero relativo? O zero relativo nós já atingimos”, afirmou ele à publicação. “Quando comentei do 0,2 (à Globonews) é para termos distinção e perspectivas do que se está falando em termos de volume de desmatamento. Nós já temos um desmatamento que, em números inteiros, já é zero, é 0,2. Então não estamos longe do desmatamento ilegal zero”, disse. Ele ainda rebate: “Quantos Distritos Federais cabem na Amazônia?”. O diretor da WWF, Maurício Voivodic, contesta, segundo registra a Folha: “É uma área enorme. Fingir que o problema não existe é o primeiro sinal de que não se quer combater o problema. É brincar com dados para fingir que o problema não existe”.

Tudo o que sabemos sobre:

AmazôniadesmatamentoRicardo Salles