Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Salvador suspende carnaval de 2021

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), anunciou nesta sexta-feira, 27, a suspensão do carnaval na capital baiana por causa da pandemia do novo coronavírus. Não há previsão para uma nova data. Durante coletiva de imprensa, o chefe do Executivo municipal condicionou a realização da festa em 2021 à existência de vacina contra a covid-19.

O presidente do Democratas, ACM Neto

O presidente do Democratas, ACM Neto Foto: Reprodução

“Está cancelado o evento em fevereiro e, por ora, só podemos informar o cancelamento. Não há como especular o carnaval em outra época do ano. A possibilidade do carnaval acontecer em outro momento de 2021 está condicionada a existência de uma vacina acessível a todos. Caso exista vacina, os prefeitos das maiores cidades do Brasil se unam para um eventual calendário. Agora, nem eu, nem Bruno (prefeito eleito de Salvador), nem ninguém pode estabelecer uma data, porque essa data dependerá da vacina”, disse ACM.

Anteriormente, o prefeito já havia dito que se não houvesse uma vacina até este mês de novembro, não teria como manter a realização do carnaval.

“Passada a eleição, sentamos, fizemos ampla reunião, depois fizemos uma série de consultas. Comunicar uma decisão como essa não é fácil, porque sabemos a importância do carnaval para a nossa cidade, o quanto circula de dinheiro na nossa cidade no carnaval, durante o verão. Só teremos condições de fazer o carnaval, com condições sanitárias para isso”, disse.

Segundo o anúncio do prefeito, além do carnaval, outras festas que tradicionalmente se iniciam em dezembro e só são finalizadas em março do ano seguinte, também estão suspensas. Ele citou com exemplo a Lavagem do Bonfim.

“Não haverá festas de largo. Vai ter lavagem do Bonfim? Pode ter algo simbólico. Mas caminhada, saída da Conceição da Praia até a Colina Sagrada, não vai ter”, disse o prefeito.