Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Santos Cruz assume responsabilidade por vídeo pró-golpe militar

Equipe BR Político

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Alberto Santos Cruz, disse que foi um “um erro operacional” a divulgação na rede social oficial do Palácio do Planalto um vídeo que defendia o golpe militar de 1964. Em audiência pública na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara, Santos Cruz assumiu a responsabilidade pela divulgação e explicou que um funcionário com mais de 26 anos de serviço no Ministério recebeu o vídeo e, por engano, achou que deveria compartilhá-lo nas redes sociais do Planalto.

“Fiz uma reunião com todos os funcionários da Secom. Foi um funcionário com 26 anos de serviço. Trabalhou com governo Itamar, governo do Lula, da Dilma. Não tem nenhuma conotação ideológica, não foi uma coisa proposital. Tranquilamente um erro operacional do serviço sem nenhuma ideia de divulgação por motivação ideológica”, disse. “Foi erro de serviço de uma pessoa que não tem nenhuma má-fé no procedimento, e, por isso eu assumo totalmente a responsabilidade”, afirmou de acordo com o Broadcast Político.

Tudo o que sabemos sobre:

General Santos Cruz1964