Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Santos Cruz nega golpe, mas admite ditadura

Vera Magalhães

O ministro da Secretaria de Governo, general Carlos Alberto Santos Cruz, disse em entrevista levada ao ar na segunda-feira no programa Conexão Roberto Dávila, da GloboNews, que não houve golpe militar em 1964, mas reconheceu o regime de mais de 20 anos que se seguiu a ele como uma ditadura. “Foi uma ditadura com algumas características. Nem todas são iguais”, afirmou. Ele ressaltou que a imprensa e a sociedade apoiaram a deposição de João Goulart. “Quem saiu às ruas foi sobretudo a sociedade”, afirmou.

Ele disse que analisar o período agora, “do ponto de vista ideológico, sempre distorce”. Ele se mostrou contrário a se tentar “massificar” uma versão, e que o melhor é que cada um tire suas próprias conclusões. Ele evitou polemizar de novo com o ideólogo Olavo de Carvalho, mas não deixou de dar uma alfinetada: “A gente tem de tomar muito cuidado quando está lidando com uma personalidade histérica”. / V.M.