Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

São Paulo com votação tumultuada da reforma

Equipe BR Político

Vereadores da Câmara Municipal de São Paulo tentam finalizar a votação nesta manhã de quarta, 26, do projeto de reforma previdenciária. Na primeira rodada realizada na madrugada de sábado, 22, o projeto de lei da mudança foi aprovado por 33 votos a 16. O PL prevê o aumento da alíquota básica de contribuição dos servidores – de 11% para 14% – e a patronal, de 22% para 28%.

Parlamentares da oposição questionam agora, entre outros pontos, a possibilidade de usar verba de privatização para custear a Previdência municipal. Enquanto era prefeito, João Doria afirmara que os recursos iriam para áreas sociais. Nas galerias, há manifestações contrárias ao texto, troca de acusações entre os vereadores e ameaças de greve de servidores.

Tudo o que sabemos sobre:

Câmara Municipal de São Paulo