Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

São Paulo muda critério e facilita mudança de fase em plano de reabertura

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou uma mudança no programa de flexibilização da quarentena que afrouxa critérios para que municípios mudem de fase no Plano São Paulo nesta segunda-feira, 27. A principal alteração permitirá que regiões com taxa de ocupação abaixo dos 75% nos leitos de UTI para covid-19 entrem na fase 4 verde. O índice previsto anteriormente era de menos de 60%. As novas regras passam a valer nesta sexta-feira, 31.

Situação atual dos municípios no Plano São Paulo

Situação atual dos municípios no Plano São Paulo Foto: Governo de SP

Na prática, no entanto, a mudança não colocará ainda nenhum município na fase verde, por conta de outros critérios epidemiológicos. Segundo o secretário municipal da saúde da capital, Edson Aparecido, a medida facilitará o remanejamento de leitos para outros fins. “Agora, a necessidade é que voltamos a remarcar as cirurgias eletivas. Na cidade de São Paulo, nós precisamos ter um número de leitos um pouco maior para fazer a retomada desses processos”, disse em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.

Doria afirmou que as mudanças são uma “calibragem técnica” e negou a classificação como “afrouxamento”. Ele defendeu que o objetivo foi “aprimorar” e tornar mais “eficiente e adequado” ao atual momento da pandemia. 

Vacina em janeiro

O governador afirmou também que, se os resultados dos estudos da vacina CoronaVac, desenvolvida pela chinesa Sinovac em parceria com o Instituito Butantan forem positivos, a produção poderá começar em dezembro e a imunização teria início já em janeiro. A terceira fase de testes da vacina em São Paulo começou na semana passada.