Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

São Paulo não descarta ter de adotar ‘lockdown’ em breve

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

O governo de São Paulo não descarta adotar a medida mais dura possível contra a proliferação do coronavírus: o lockdown da capital paulista. Em entrevista nesta quinta-feira, 26 o secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann citou a ação como podendo ser tomada em breve. “Existe uma gradação. O que estamos fazendo não é um isolamento. É um distanciamento social. O próximo passo, se houver necessidade, é um isolamento domiciliar ou social. E, se houve necessidade ainda de apertar mais esse cinto, aí seria o lockdown. E a característica, aí, é o uso da força policial para manter as pessoas em casa”, afirmou Germann. “Não estamos nesta situação ainda, mas não sei se estaremos ou não”, disse.

Nesta quinta o secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann, afirmou que a ação é opção

Nesta quinta o secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann, afirmou que a ação é opção Foto: Werther Santana/Estadão