por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Se leilão de cessão onerosa atrasar, Estados não recebem este ano’

Equipe BR Político

O secretário de Petróleo e Gás do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix, disse nesta tarde de quinta, 8, que a data marcada para o leilão do excedente da cessão onerosa, em 6 de novembro, é o limite para que os Estados recebam parte da arrecadação do leilão, informa o Broadcast Político.

“Se o leilão atrasar, os Estados todos não vão receber dinheiro este ano. O governo vai ter que dizer que não tem dinheiro este ano, e tem a responsabilidade fiscal, etc. Se fosse só pagar a Petrobras seria mais difícil (aprovar)”, disse, referindo-se ao interesse que os Estados têm em aprovar a matéria no Senado, onde está tramitando a emenda constitucional que permite o pagamento à Petrobrás.

Tudo o que sabemos sobre:

cessão onerosaEstados