Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Segunda onda de covid-19 motiva lockdown na França e Alemanha

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Um segunda onda da covid-19 abateu novamente países europeus nos últimos dias, provocando apreensões no mercado financeiro internacional, bem como os Estados Unidos registram novos recordes de contágio da doença. No mundo, o número recorde foi ontem, com 516.898 novos casos de coronavírus e mais de 7 mil mortos. No Brasil, Manaus é a capital que mais teve sua curva de contágio empurrada para cima novamente nos últimos dias.

A Alemanha, que alcançou 14.964 novas infecções em 24 horas, decidiu impor um lockdown parcial, com fechamento de espaços culturais e esportivos, mas com comércio restrito a atendimento de uma pessoa por 10 metros quadrados. As UTIs no país receberam o dobro de pacientes nos últimos dez dias, segundo informou a chanceler Angela Merkel nesta quarta, 28. Hotéis lá estarão abertos apenas para hóspedes a trabalho, e não para turistas. A ajuda aos setores afetados será de 10 bilhões de euros, segundo informa a agência Reuters.

Após relatar 523 mortes na terça-feira, 27, o maior número do país desde o final de abril, a França prepara restrições mais rígidas ao coronavírus para implementação a partir de sexta-feira, 30, quando a população só poderá sair de casa para atividades profissionais essenciais e viagens dentro do país estarão restritas.

Na Suíça, boates voltarão a ser fechadas e aulas também serão interrompidas nas universidades. No Reino Unido, o governo estima que a segunda onda poderá ser pior que a primeira. Espanha também cogita um lockdown parcial em outras comunidades autônomas do país, além de Madri.

“Estamos profundamente na segunda onda agora”, disse Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, braço executivo do bloco, em entrevista coletiva. “Nossas expectativas são de que esses números aumentem nas próximas semanas e aumentem rapidamente.”

 

Tudo o que sabemos sobre:

segunda ondaCovid-19europa