Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Segundo Moro, Guedes ‘não quer o Coaf’

Equipe BR Político

Em campanha para que o Coaf fique em sua pasta, o ministro Sérgio Moro (Justiça) afirmou que o ministro Paulo Guedes (Economia) “não quer o Coaf”, em entrevista à rádio Jovem Pan, nesta quarta, 1. “O ministro Paulo Guedes não quer o Coaf. Ele tem uma série de preocupações, como a Nova Previdência, a questão dos juros e o desenvolvimento econômico”, afirmou o ex-magistrado. A Medida Provisório 870, que perde validade em 3 de junho, estabeleceu a transferência do Conselho de Controle de Atividades Financeiras do antigo Ministério da Fazenda, hoje chamado de Economia, para o Ministério da Justiça. O órgão é responsável por ações de inteligência para prevenir lavagem de dinheiro, ocultação de patrimônio e financiamento do terrorismo. Congressistas, no entanto, fazem pressão para que o órgão não vá para o colo de Moro por temor de uso político.

Moro também disse que, “tradicionalmente, no Ministério da Fazenda, a tendência é o órgão ficar esquecido, enquanto para a Justiça e a Segurança Pública, ele é essencial, uma ferramenta importante. Ele está melhor onde está atualmente”. A Presidência, segundo seu porta-voz, afirma que o conselho ficará “sob a égide do Ministério da Justiça”, conforme a MP. O presidente Jair Bolsonaro também é “pessoalmente“, de acordo com Otávio Rêgo Barros, favorável a deixar o órgão onde está.

.

Tudo o que sabemos sobre:

sergio morocoafPaulo Guedes