Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Segundo turno da Previdência em mares turvos

Equipe BR Político

Como você tem acompanhado no BRP, a reforma da Previdência, que até pouco tempo navegava por mares tranquilos no Congresso, está em meio a águas tumultuadas. A reviravolta, por assim dizer, atrasou a votação da proposta em primeiro turno no Senado em uma semana. E agora, pode causar mais uma alteração no calendário que estava previsto.

O senador Chico Rodrigues (DEM-RR), um dos vice-líderes do governo no Senado, afirmou ao Broadcast Político que a votação da reforma da Previdência em segundo turno deve ficar somente para o dia 22 de outubro ou ainda depois dessa data. “Chance zero de votar antes. Vai ser dia 22, 23, por aí”, declarou. A data acertada por líderes partidários previa a votação do segundo turno para o próximo dia 10.

O líder do governo na Casa, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), evitou se comprometer com uma data. Ao Broadcast Político, ele disse que o prazo será definido pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Ontem, o parlamentar citou a semana entre 14 e 18 de setembro como cenário para o segundo turno.