Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Sem BPC e aposentadoria rural há ‘condições’ de reforma passar

Equipe BR Político

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quinta-feira, 11, que se forem excluídas da reforma da Previdência os itens que promovem mudanças no BPC e na aposentadoria rural, há “condições” de aprovar o restante da proposta do governo, informou o Broadcast Político. “Podemos aprovar a proposta com economia de R$ 1 trilhão em 10 anos”, disse o parlamentar fluminense, durante evento da XP Investimentos em Nova York. “Aprovada (a Previdência), podemos ir para a capitalização, que custará R$ 400 bilhões em 10 anos”, acrescentou.

O presidente da Câmara evitou falar em prazos para aprovação da reforma da Previdência. Maia reforçou ainda que, após a Previdência, pretende discutir a reforma tributária na Câmara, de preferência com a inclusão do ICMS e do ISS na pauta e com a ajuda do secretário da Receita Federal, Marcos Cintra. “A proposta do Bernardo Appy para reforma tributária é uma ótima referência”, disse.”Vamos deixar a Previdência avançar duas semanas na comissão e, depois, tratar da tributária”, disse.