Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Sem comprovação, Ivermectina some das farmácias

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Mais um medicamento sem comprovação contra o coronavírus está sumindo das prateleiras das farmácias. Como mostra o Estadão deste sábado, 18, a Ivermectina está provocando um aumento nas prescrições e nas vendas, segundo o Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sincofarma).

A droga é originalmente utilizada para tratamento contra parasitas em seres humanos e animais. Assim como aconteceu originalmente contra a cloroquina, estudos prévios em laboratório tiveram resultados em que o medicamento conseguiu interromper a replicação do vírus.

“O uso desse remédio cria uma falsa sensação de segurança, com efeitos alérgicos e alteração no fígado”, explica Jean Gorinchteyn, infectologista do Hospital Emílio Ribas e do Albert Einstein. A recomendação é não se auto-medicar e, caso sinta sintomas do coronavírus, procurar um médico. Outro ponto importante é continuar seguindo as medidas de isolamento social.

Tudo o que sabemos sobre:

coronavírus