Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Sem ‘meio ditador’

Luiza Pollo

“Criticava genericamente a ‘linha dura’, mas nunca foi enfático, indignado, contra seus métodos. Subliminarmente, era como se fossem um ‘mal necessário'”. É assim que Eliana Cantanhêde descreve Ernesto Geisel.

Em sua coluna no Estadão, a jornalista pondera que as informações reveladas pela CIA, de que Geisel sabia e não impedia mortes e torturas sob seu governo ditatorial, precisam ser esmiuçadas e checadas. Ela ressalta que não há “meio ditador”, mas também lembra que Geisel teve papel na derrubada da ditadura.

Tudo o que sabemos sobre:

DitaduraErnesto Geisel