Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Sem mostrar dados, governo elege novo medicamento miraculoso

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

Jair Bolsonaro parece ter cansado de seus “odes à cloroquina” e apresentou nesta segunda-feira, 19, um novo medicamento miraculoso que promete reduzir a carga viral do coronavírus. O escolhido da vez é a nitazoxanida, um vermífugo conhecido pelo nome comercial “Anitta”. O Planalto realizou um evento, onde deveria apresentar os dados de uma pesquisa realizada sob encomenda do Ministério da Ciência e Tecnologia.

O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, no anúncio de estudo de medicamento contra o coronavírus

O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, no anúncio de estudo de medicamento contra o coronavírus Foto: Reprodução/TV Brasil

Só que o resultado completo da pesquisa não foi revelado. A única coisa informada pela líder do estudo e professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Patrícia Rocco, foi que a carga viral foi reduzida. Sem mostrar, por exemplo, o grau de eficácia ou a diferença obtida entre os pacientes que receberam o medicamento e o grupo de controle.

O motivo do “suspense” é que o estudo será publicado em uma revista científica. O otimismo com o “Anitta” é tanto que o ministro Marcos Pontes disse na apresentação que gostaria que a droga começasse a ser usada como tratamento precoce à covid-19. A pesquisa foi conduzida pelo Laboratório Nacional de Biociências do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais, ligado do MCTI.

Claro que a mesma boa vontade foi dispensada à vacina Coronavac, que está sendo desenvolvida por empresas chinesas em parceria com o Instituto Butantã. No evento, Bolsonaro voltou a falar que não irá determinar uma vacinação compulsória e que, na visão dele, “mais da metade da população” não gostaria de tomar a vacina. “Essa pessoa (se referindo ao governador de São Paulo, João Doria) está levando terror à opinião pública”.

Tudo o que sabemos sobre:

Jair Bolsonarocoronavírus