Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Sem operações em favelas do RJ, mortes caem em 70%

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Quase dois meses depois da proibição de operações policiais em favelas do Rio de Janeiro durante a pandemia do novo coronavírus, a região metropolitana registrou queda de 70% no número de mortes decorrentes dessas incursões nas comunidades.

Movimentação de policais militares durante operação realizada na Mangueira, zona norte do Rio. Foto: Wilton Júnior/Estadão

A informação contra no estudo do Grupo de Estudos dos Novos Ilegalismos (GENI), da Universidade Federal Fluminense (UFF), divulgado nesta segunda-feira, 3.

A região também teve reduções significativas nos registros de crimes contra a vida (48%) e contra o patrimônio (40%).

A decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin, de 5 de junho, é usada como argumento pelas corporações polícias fluminenses para alegar dificuldade no combate ao crime organizado.

“O cruzamento dos dados de ocorrências criminais e operações policiais realizados indica que as operações policiais não são eficientes em reduzir a ocorrência de crimes e, pelo contrário, parecem contribuir para o seu incremento”, aponta Daniel Hirata, pesquisador do GENI, ao Estadão.

Tudo o que sabemos sobre:

mortesfavelasoperaçõesEdson Fachin