Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Sem reinventar a roda

Equipe BR Político

“Para Nunes Ferreira, o futuro governo pode mudar muita coisa, mas tenderá a recuar em outras frentes, porque não é razoável sair do Acordo de Paris e do Pacto Global de Imigração, virar as costas para a ONU, a OMC e o Mercosul e confrontar o mundo árabe com a embaixada em Jerusalém, tudo ao mesmo tempo”, escreveu Eliane Cantanhêde no Estadão deste domingo, 23.

Em sua coluna, Eliane registra a opinião do atual chanceler, Aloysio Nunes Ferreira, sobre como pode ser a política externa no governo de Jair Bolsonaro, sob o comando do futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.