Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Sem Sanders, eleição nos EUA será entre Trump e Biden

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Bernie Sanders abandonou a campanha de candidatura à presidência dos Estados Unidos pelo partido Democrata nesta quarta-feira, 8. Com a desistência do senador, a disputa pela liderança do país americano será definida agora entre o ex-vice de Obama, Joe Biden, que disputava a preferência democrata com Sanders, e o presidente Donald Trump, que concorre à reeleição.

O senador Bernie Sanders em campanha pela candidatura pelo Partido Democrata americano

O senador Bernie Sanders em campanha pela candidatura pelo Partido Democrata americano Foto: Jordan Gale/The New York Times

O senador pelo estado de Vermont que, com agenda progressista, era o vetor do movimento mais à esquerda no partido Democrata, vinha perdendo para Biden nas primárias mais recentes. O eleitorado mais jovem, de quem esperava apoio, não o seguiu nessa segunda vez que o político tentava uma candidatura à presidência americana.

De acordo com o jornal americano The New York Times, Sanders nunca superou a imagem de que ele era um político isolado. “Um auto-descrito socialista democrata que orgulhosamente se proclamou senador independente de Vermont e não um membro do establishment do partido.”