Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Senado adia votação de projeto das fake news

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Líderes partidários do Senado resolveram nesta segunda, 8, que não é hora de pautar a votação do projeto de combate às fake news no momento em que o governo federal aumenta a pressão e o tom das críticas à iniciativa com o argumento de que uma eventual regulamentação pode resultar em censura. A expectativa era de que o projeto fosse votado até quarta-feira, 10.

O senador Alessandro Vieira

O senador Alessandro Vieira Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

O autor do projeto, senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), afirmou ao BRP que a resistência maior, no entanto, vem das próprias plataformas digitais. “A resistência mesmo está vindo das plataformas, que através de alguns parlamentares têm apresentado projetos alternativos, onde elas saem do eixo de responsabilidade. Se tirarmos a responsabilidade das empresas, que ganham milhões, quem vou responsabilizar? Temos espaço para o debate, que é importante, mas tem algumas coisas que não pretendemos abrir mão”, disse ele em entrevista ao relatório semanal Fique de Olho divulgado nesta segunda, 8.

Alguns senadores querem esperar um julgamento do Supremo Tribunal Federal para só depois analisar o projeto de lei apresentado pelo senador, informa o Broadcast Político. O Supremo deve julgar na quarta duas ações que questionam se a Justiça pode bloquear o funcionamento do aplicativo de conversas por WhatsApp. “Novos elementos podem contribuir uma vez que temos até agora cinco versões do projeto”, confirmou o líder do Podemos na Casa, Alvaro Dias (PR), ao Broadcast Político.

Tudo o que sabemos sobre:

projeto de leifake newsAlessandro Vieira