Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Senador aciona o STF contra saída de Weintraub do País

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O senador Fabiano Contarato (Rede-ES) informou nesta sexta, 19, que protocolou um pedido no STF de apreensão do passaporte do ex-ministro Abraham Weintraub no momento em que o ex-titular do MEC arruma as malas para ocupar uma diretoria no Banco Mundial, em Washington (EUA). Weintraub é investigado no inquérito das fake news no Supremo e também é alvo de processo por racismo contra chineses na Corte.

O senador Fabiano Contarato

O senador Fabiano Contarato Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

Em outra frente, um grupo da sociedade civil enviou uma carta ao banco e a países representados na diretoria sob responsabilidade do Brasil para que rejeitem a indicação de Weintraub na instituição.

O economista tem dito que se sentirá mais “seguro” com a família no exterior e, segundo seus interlocutores, ele não descarta a possibilidade de concorrer futuramente a cargo eletivo em São Paulo, estadual ou municipal.

“Contudo, ao comemorar a iminente mudança ao exterior, o senhor Abraham Weintruab, aparentemente se esqueceu de mencionar que ostenta a condição de investigado perante o Supremo Tribunal Federal, por potencial cometimento do crime de lesar ou expor a perigo de lesão a independência do Poder Judiciário e ao Estado de Direito”, afirma Contarato no documento, mostra a Folha.