Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Sensação de mal-estar favorece aventuras políticas’

José Fucs

Em artigo publicado no Estadão neste sábado, 2, o ex-ministro da Justiça Miguel Reale Júnior diz que jamais um presidente  encontrou circunstâncias tão favoráveis para se consagrar como Michel Temer. Segundo ele, porém, Temer  “governou de costas” para o Brasil. Prisioneiro dos amigos emedebistas e sob acusação de prática delituosa, perdeu legitimidade, que falta também aos partidos e ao Congresso.

“O presidencialismo apenas agrava a crise de representação, pois joga o foco da política na disputa presidencial, com expectativas de um salvador da pátria, minimizando-se ainda mais o papel do Parlamento e dos partidos políticos, já vitimados pelo mal da corrupção”, diz. “Surge o desalento: a sensação de mal-estar domina o ambiente social, criando-se caldo de cultura favorável a aventuras políticas.”

Notícias relacionadas