Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Sérgio Camargo diz que ‘não existe racismo estrutural no Brasil’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Depois do negacionismo do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, sobre o racismo no Brasil nesta sexta-feira, 20, o presidente da Fundação Palmares decidiu embarcar no discurso em pleno Dia da Consciência Negra. Sérgio Camargo, que é crítico do Dia da Consciência Negra e do próprio Zumbi dos Palmares afirmou que “não existe racismo estrutural no Brasil”. Nesta sexta, a Fundação não emitiu nenhum pronunciamento ou realizou evento sobre o tema.

Sérgio Camargo, presidente da Fundação Palmares.

Sérgio Camargo, presidente da Fundação Palmares Foto: Gabriela Biló/Estadão

“Não existe racismo estrutural no Brasil; o nosso racismo é circunstancial – ou seja, há alguns imbecis que cometem o crime. A ‘estrutura onipresente’ que dia e noite oprime e marginaliza todos os negros, como defende a esquerda, não faz sentido nem tem fundamento”, escreveu nas redes sociais. 

A declaração vem no dia seguinte da morte de um homem negro em um supermercado carrefour em Porto Alegre por um segurança e um PM brancos por espancamento, quando diversas autoridades têm repudiado o ato e atentado à necessidade de políticas para coibir o racismo no País. A polícia está investigando a motivação do assassinato.

Em julho, Camargo chegou a chamar o movimento Black Lives Matter que ganhou força depois da morte de George Floyd, um afro-americano assassinado por um policial branco nos Estados Unidos, em protestos contra o assassinato de negros pela polícia, de “lixo esquerdopata”.