Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Seria preciso US$ 50 bi para ajudar a Amazônia

Equipe BR Político

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou neste domingo, 8, à BBC que, se o mundo realmente tiver interesse em ajudar na manutenção da floresta, teria de enviar mais de US$ 50 bilhões por ano para o Brasil. “Fizemos aqui um cálculo: se cada hectare da Amazônia receber US$ 100,00 por ano – estamos falando de mais de US$ 50 bilhões por ano – este é o volume de recursos que seria necessário para a gente realmente ter condições de dizer que a Amazônia está realmente sendo ajudada pela comunidade internacional”, disse.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles

Foto: Adriano Machado/Reuters

Essa foi a única fala do ministro, dada como porta-voz do governo, para a longa reportagem de 23 minutos veiculada nesta tarde pela emissora de TV estatal sobre a Amazônia, informa a correspondente do Estadão em Londres, Célia Froufe. Após fazer uma apresentação sobre as espécies que correm risco de extinção e o desmatamento no local, a reportagem diz: “o Brasil agora está dizendo para a comunidade internacional: nos pague para manter a floresta”. A tese também foi defendida durante a semana em artigo no Financial Times do membro do Instituto Romeno para o Estudo da Ásia-Pacífico, Andrea Leonte. Ele argumentou que salvar as florestas as torna mais valiosas para seus países do que liberar a exploração da terra pela agricultura ou mineração. Mas, para isso, precisam de alguma compensação.

Tudo o que sabemos sobre:

AmazôniaRicardo Sallescrise ambiental