Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Serra fala em ‘indignação’ após busca e apreensão

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

O senador José Serra (PSDB-SP) reclamou da decisão da Justiça de promover uma busca e apreensão em endereços ligados a ele. Em suas redes sociais, o tucano disse em nota de sua assessoria de comunicação ver com “estranheza e indignação” as ações da Lava Jato em São Paulo. “Causa estranheza e indignação a ação deflagrada pela Força Tarefa a Lava Jato em São Paulo na manhã desta sexta-feira.”, afirmou.

O senador José Serra

O senador José Serra Foto: Pedro França/Agência Senado

“Em meio à pandemia da covid-19, em uma ação completamente desarrazoada, a operação realizou busca e apreensão com base em fatos antigos e prescritos e após denúncia já feita, o que comprova falta de urgência e de lastro probatório da acusação”, disse.

Nesta sexta-feira, 3, o Ministério Público Federal denunciou o senador e sua filha, Verônica Allende Serra, pela prática de lavagem de dinheiro transnacional. A denúncia afirma que, entre 2006 e 2007, Serra valeu-se de sua influência para conseguir pagamentos indevidos da Odebrecht, em troca de benefícios nas obras do Rodoanel Sul. Paralelamente a isso, foi deflagrada a Operação Revoada, que busca aprofundar fatos relacionados à suposta lavagem e dinheiro.

“É lamentável que medidas invasivas e agressivas como a de hoje sejam feitas sem o respeito à Lei e à decisão já tomada no caso pela Suprema Corte, em um movimento ilegal que busca constranger e expor um senador da República”, completa a nota.

Tudo o que sabemos sobre:

José SerraPSDBLava Jato