Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Sete abdicam de auxílio-mudança

Equipe BR Político

Até agora, só sete dos 81 senadores abriram mão de receber os R$ 33,7 mil de auxílio-mudança pagos no início e no término do mandato. Os senadores Ana Amélia (PP), Eduardo Braga (MDB), Randolfe Rodrigues (Rede) e Paulo Paim (PT) abdicaram do valor referente ao fim do período. Já Major Olímpio (PSL), Mara Gabrilli (PSDB), Oriovisto Guimarães (Pode) e novamente Eduardo Braga recusaram o montante para o começo dos trabalhos. Os reeleitos têm direito duplo ao valor.

Para bancar o benefício, o Senado reservou R$ 3,6 milhões. Metade desse valor vai para os que estão de saída. O “penduricalho” está previsto desde 2014 e é pago a senadores e deputados que têm casa em Brasília e não pretendem se mudar, informou a Coluna do Estadão.