Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Setores do Centrão podem se aliar ao PT’

Equipe BR Político

Em entrevista ao Estadão, o cientista político Murillo de Aragão reforça a percepção de que o presidencialismo de coalizão não tem como acabar no Brasil, a necessidade de Jair Bolsonaro transformar promessas de campanha em políticas concretas, a urgência de uma comunicação ampla da futura reforma da Previdência, e lança uma possibilidade caso a nova equipe despreze os partidos.

“Aí, se o governo não estiver bem articulado com sua base política poderá ter surpresas. Exemplo: setores do atual Centrão podem se aliar ao PT para reagir a essa estratégia, visando construir certa autonomia nas duas casas. Ou seja, o Executivo terá que demonstrar perícia na coordenação dos grupos”, afirmou Aragão.