Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Sindicato contesta ‘equívocos’ de Doria sobre Polícia Civil

Equipe BR Político

O Sindicato dos Delegados de Polícia de São Paulo (Sindpesp) contestou declarações do governador João Doria dadas em entrevista à Globonews na quarta, 2. Uma delas era de que a Polícia Civil recebeu “as melhores armas do mundo” e outra de que 7 mil policiais estariam em formação com armamento de última geração na academia de polícia. A entidade, no entanto, afirma que as novas armas só foram entregues aos policiais militares. “Os policiais civis continuam trabalhando com armas que colocam em xeque a segurança de quem as carrega, pois algumas apresentam defeitos de fabricação que geram disparos acidentais, além de cerca de 40% dos policiais não terem coletes balísticos”, diz em nota divulgada nesta quinta, 3.

Com relação à formação de “7 mil policiais”, o Sindpesp rebate que são 400. “O número está muito aquém do mencionado pelo governador e desejado pelo SINDPESP, que vem lutando há anos para recompor os quadros da Polícia Civil, que amargam um deficit de quase 34% do efetivo”, escrevem.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Polícia CivilJoão Doria