Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Só propina explica isso’, diz Ciro sobre ‘entrega’ do pré-sal

Equipe BR Político

O ex-ministro Ciro Gomes afirmou nesta sexta, 31, que só “propina e suborno” explicam as mudanças nas regras de exploração do pré-sal. A atual equipe econômica pretende mudar o regime de partilha para o de concessão, no qual não há participação do governo, aumentando a receita dos leilões. Segundo ele, com os R$ 20 trilhões de riqueza “já cubadas nas prospecções”, o Brasil tem potencial “extraordinário” de ter protagonismo global em toda a cadeia produtiva do petróleo e gás.

“Por isso, não é por acaso que a intenção dessa gente é revogar a lei de partilha para entregar o pré-sal para os estrangeiros. Querem vender as refinarias do Brasil, quebrando uma lógica da Petrobrás, que explora, processa e comercializa petróleo. A gente tem um negócio integrado que compensa. Se dá um prejuízo com a comercialização, compensa com refino. E eles estão desconstituindo isso. Estão esquartejando e vendendo aos pedaços, como estão fazendo com a Tag (unidade de gasoduto da Petrobrás cuja negociação de venda para a francesa Engie está suspensa) e a BR Distribuidora”, disse ele em evento no Clube de Engenharia, nesta noite, no Rio. Aplaudido e interrompido com o grito de “canalhas” da plateia, Ciro arrematou: “Só propina explica isso. Suborno explica. Nada justifica esse tipo de comportamento que estão fazendo”, sem citar nomes.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Ciro GomesPetrobrasPrivatizaçãopré-sal