Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

SP cancela contrato com empresa de respiradores

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Após o prazo de contratação ser encerrado na segunda-feira, 15, sem que houvesse a entrega total dos respiradores adquiridos, o governo de São Paulo anunciou o cancelamento do contrato com a empresa Hichens Harrison & Co..

O secretário de Saúde do Estado, José Henrique Germann. Foto: Reprodução/Youtube

De acordo com anúncio feito pelo secretário de Saúde do Estado, José Henrique Germann, apenas 30% da compra foi entregue ao Estado. “Não houve entrega total daquilo que estava acordado. Em função disso, está cancelado o contrato. E nós iremos passar agora de uma fase operacional para uma fase jurídica de encerramento deste contrato”, afirmou.

Conforme a Folha revelou em maio, a gestão Doria contratou a Hichens Harrison & Co. em 23 de abril, com operação nos EUA e sócios brasileiros do escritório no Rio, para intermediar a compra de 3.000 respiradores pulmonares de fabricantes chineses, no valor total de US$ 100 milhões —mais de R$ 550 milhões.

O cancelamento da parceria ocorre em meio a uma série de operações da Polícia Federal que investigam irregularidades em contratos estabelecidos entre os governos estaduais e empresas para o fornecimento de equipamentos utilizados no combate à pandemia do novo coronavírus.

Atualmente, o Estado de São Paulo tem 190.285 casos confirmados de covid-19 e 11.132 óbitos pela doença. A taxa de ocupação de UTIs é de 70,6%, disse o secretário durante coletiva de imprensa.