Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

STF forma maioria para criminalizar homofobia

Equipe BR Político

Na tarde desta quinta-feira, 23, o STF formou maioria para criminalizar a homofobia. Seis dos 11 ministros votaram a favor de equiparar a homofobia ao crime de racismo. Os votos favoráveis foram de Celso de Mello, Luis Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes, Rosa Weber e Luiz Fux. Apesar da maioria, o resultado ainda não é definitivo, já que o julgamento foi suspenso pelo presidente da Corte, Dias Toffoli e será retomado no dia 5 de junho. O julgamento aconteceu em meio articulações da bancada evangélica para adiar a decisão dos ministros. Parlamentares da bancada evangélica defendem que o STF deveria esperar a tramitação de projetos sobre o tema na Câmara e no Senado.

Tudo o que sabemos sobre:

STFDias Toffolihomofobia