Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

STF gasta mais com ‘auxílio-avião’

Equipe BR Político

Nos últimos dois anos, o STF aumentou em 24,4% seus gastos com passagens aéreas para deslocamento de seus ministros, informa o Estadão. O custo com as viagens (nacionais e internacionais) dos magistrados saltou de R$ 272.979,18 para R$ 339.637,24. Dos 11 ministros do Supremo, apenas Celso de Mello e Marco Aurélio Mello abriram mão de recursos públicos para custear viagens nos últimos dois anos.

No país dos descamisados, todos os togados da Corte viajam de primeira classe em voos internacionais, enquanto juízes auxiliares vão de executiva e servidores, de econômica. Em resposta, o Supremo afirmou que as despesas com passagens aéreas “são impactadas por diversos fatores” e que no ano passado “houve alterações de regras das companhias aéreas que elevaram o custo total” dos bilhetes.

Tudo o que sabemos sobre:

STFauxílio-avião