Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

STJ libera nomeação de Sérgio Camargo na Fundação Palmares

Equipe BR Político

O Superior Tribunal de Justiça, em atendimento a um pedido da AGU, suspendeu a liminar da Justiça do Ceará que impedia o jornalista Sérgio Camargo de assumir a presidência da Fundação Palmares. Ele foi nomeado pelo ex-secretário Especial de Cultura Roberto Alvim.

Foto: Reprodução/Facebook

A decisão foi tomada pelo presidente do STJ, João Otávio de Noronha. A partir de agora, Camargo pode reassumir o cargo. Mas há dúvida se a atriz Regina Duarte, substituta de Alvim, vai querer manter Camargo na fundação. Pelas redes sociais, ele se apresenta como: “Negro de direita, contrário ao vitimismo e ao politicamente correto”. Ele já afirmou, em sua conta no Facebook, que no Brasil o racismo é do tipo “nutella”.

Segundo a decisão do presidente do STJ, por três motivos, a nomeação não pode ser suspensa: preenche os requisitos legais; o fato de o nomeado ter se “excedido” não autoriza o juízo sobre sua competência; e não cabe ao Judiciário censurar o modo de pensar do indicado ao cargo público, segundo o G1.

Tudo o que sabemos sobre:

Sérgio CamargoFundação PalmaresSTJAGU