Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Suécia tem maior taxa de mortalidade por coronavírus do mundo

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A Suécia, país frequentemente citado como exemplo bem-sucedido pelo presidente Jair Bolsonaro por não ter adotado medidas restritivas de isolamento social, tornou-se o país com a maior mortalidade per capita de coronavírus no mundo. De acordo com dados da organização Our World in Data, que tem acompanhado os números da covid-19 no mundo, o país escandinavo teve 6,08 mortes por milhão de habitantes por dia, em uma média de sete dias, entre 13 e 20 de maio.

O país europeu teve 6,08 mortes por milhão de habitantes por dia, em uma média de sete dias, entre 13 e 20 de maio

O país europeu teve 6,08 mortes por milhão de habitantes por dia, em uma média de sete dias, entre 13 e 20 de maio Foto: Jonathan Nackstrand/AFP

A estratégia do país foi baseada em medidas voluntárias de distanciamento social e higiene básica, enquanto escolas, bares e restaurantes continuaram abertos. O porta-voz da estratégia sueca para o coronavírus, Anders Tegnell, reduziu a importância dos números, argumentando que era enganoso se concentrar neles durante uma única semana. “Isso é algo que deve ser considerado quando tudo acabar”, afirmou ao jornal Svenska Dagbladet

A estratégia defendida pelo governo sueco era de provocar a chamada “imunização de rebanho”. Um estudo feito pela Agência de Saúde Pública da Suécia descobriu, entretanto, que apenas 7,3% da população de Estocolmo desenvolveu anticorpos contra a covid-19 até o final de abril. / Roberta Vassallo

Tudo o que sabemos sobre:

coronavírusmortalidadesuéciaisolamento