Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Superávit da balança comercial é o menor em quatro anos

Equipe BR Político

A balança comercial brasileira fechou 2019 com um superávit de US$ 46,7 bilhões, o pior resultado desde 2015, quando o saldo foi de US$ 19,5 bilhões, de acordo com dados divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Economia nesta quinta-feira, 2. A baixa nas exportações, de 7,5%, foi o principal motivo. No ano, as importações também caíram, mas em proporção menor, de 3,3%.

Em 2019, um dos principais parceiros comerciais do Brasil, a Argentina, comprou menos manufaturados do País devido à sua crise econômica, o que puxou a queda de 11,1% na categoria. Automóveis, autopeças, veículos de carga e plataformas para extração de petróleo estão entre as maiores reduções, de acordo com a secretaria. 

No ano passado, a exportação do Brasil para Mercosul, América Central e Caribe, União Europeia, África e Ásia também reduziu e houve crescimento apenas nas vendas para países da Oceania e Oriente Médio.