Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Suplicy tenta convencer Bolsonaro e Guedes da necessidade da renda básica

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Eduardo Suplicy (PT-SP), autor do projeto que cria um programa de renda básica por etapas, aproveitou os 17 anos da sanção do texto para voltar ao assunto. O hoje vereador mandou uma carta para Jair Bolsonaro e seu ministro da Economia, Paulo Guedes, pedindo para que se volte a debater as etapas necessárias para a implementação do benefício.

“Aí está uma proposta que poderá lhes dar um caminho de salvação para conseguir acabar bem o mandato”, diz Suplicy. “É preciso explicar ao presidente Jair Bolsonaro que não se trata de “pagar cinco mil reais por pessoa, e ninguém mais ir trabalhar”. O que se prevê é uma renda mais modesta que garanta a todas as pessoas o direito de participar da riqueza comum da nação.”

O vereador tenta mostrar que há caminhos para o financiamento de um benefício universal, com recursos provenientes de uma reforma tributária de caráter progressivo. “É importante ressaltar que esta lei foi aprovada por consenso de todos os partidos, tanto no Senado, em dezembro de 2002, como na Câmara dos Deputados, em 26 de novembro de 2003, com o voto favorável do então deputado federal Jair Bolsonaro, na Comissão de Constituição e Justiça”, afirma. Confira a carta completa.