Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Tabata defende contratação de namorado

Equipe BR Político

A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) defendeu a contratação, paga com verba eleitoral, de seu namorado, Daniel Martínez, em sua campanha eleitoral do ano passado. Em sua conta no Twitter, a deputada escreveu que Daniel “disse não a diversas oportunidades de emprego e postergou projetos profissionais, por vários meses” para trabalhar em sua campanha. Tabata também deu detalhes sobre o serviço prestado pelo namorado, que incluiu pesquisas, levantamento de dados, e coordenação de grupos de voluntários. “Reafirmo minha gratidão ao Daniel e a toda a equipe que esteve ao meu lado”, disse na quarta-feira, 24.

No último sábado, as revistas Veja e Exame revelaram que a pedetista pagou um valor de R$ 23 mil ao namorado, de um total de R$ 100 mil que recebeu via fundo eleitoral. O “salário” de Daniel foi o quarto maior recebido por um colaborador em sua campanha. Legalmente, não há irregularidades na contratação de cônjuges ou parentes com verbas eleitorais.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Tabata Amaralcampanha eleitoral