Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Tabata defende projeto de distribuição de absorventes

Equipe BR Político

A deputada Tabata Amaral (PDT-SP) contestou na noite de quarta, 4, valores “alardeados por aí” de que seu projeto de distribuição gratuita de absorventes custaria R$ 5,25 bilhões. Segundo ela, o custo seria de R$ 119,06 milhões. “Consideramos mulheres que recebem até 1 salário mínimo domiciliar per capita, que têm entre 10 e 50 anos de idade, a quantidade média de absorventes que uma mulher usa no ano e o valor de compra pelo setor público”, escreveu ela no Twitter. O projeto foi apresentado na segunda, 2, na Câmara dos Deputados.

A deputada Tabata Amaral

A deputada Tabata Amaral Foto: Dida Sampaio/Estadão

A parlamentar cita na justificativa a iniciativa da diretora da Escola Municipal Cosme de Farias, em Camaçari (BA), Edicleia Pereira Dias, de montar um “banco de absorventes” para combater a evasão escolar de meninas. De acordo com a diretora, a condição de vida das garotas e a falta do absorvente resultam em uma média de 40 a 50 faltas no ano letivo.