Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Tabata promete lutar para manter cotas femininas

Equipe BR Político

A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) prometeu lutar contra propostas na Câmara dos Deputados que propõem reduzir ou excluir a necessidade de cotas de participação feminina para os partidos. Alegando dificuldades para preencher o número mínimo de vagas que devem ser ocupadas por mulheres, líderes de partidos na Câmara discutem ideias como reduzir de 30% para 10% o percentual mínimo obrigatório de candidatas mulheres a cargos no Legislativo. Outra proposta, de autoria da deputada Renata Abreu (Podemos-SP), prevê o fim das punições a partidos que não cumprirem as cotas. Em seu Twitter, Tabata escreveu que as propostas são “um retrocesso em um dos poucos dispositivos legais que as mulheres conquistaram para tentar aumentar a representatividade na política”.