Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Tabata: ‘Qual vai ser a próxima má notícia para a Educação?’

Marcelo de Moraes

A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) fez críticas duras ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, pela sequência de problemas ocorridos na sua área. Também reclamou fortemente da escolha de Benedito Guimarães Aguiar Neto, que acredita numa vertente do criacionismo, para comandar a Capes incomodou a parlamentar.

Deputada federal Tabata Amaral

Deputada federal Tabata Amaral Foto: Dida Sampaio/Estadão

“O desmonte, negação da ciência e a imposição de uma única visão partidária são traços dessa gestão. Após o fiasco no Enem, o MEC escolheu para o novo presidente da Capes um criacionista e terraplanista. Qual vai ser a próxima má notícia para a educação?”, critica.

Tabata teme pela eficiência do programa de liberação de bolsas pela Capes com um gestor com esse tipo de perfil. “O órgão é responsável pela liberação de bolsas e é difícil imaginar que sua visão de mundo não impacte a seleção”, reclama a deputada.