Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Tafner: Militares devem entrar na reforma

Vera Magalhães

Co-autor de uma das propostas de reforma da Previdência que estão sendo usadas para subsidiar o projeto que será defendido pelo governo Jair Bolsonaro, o economista Paulo Tafner reconhece, em entrevista ao Estadão, que a situação dos militares é “peculiar”, mas argumenta que, ainda assim, eles devem ser enquadrados na reforma. “Existem peculiaridades absolutamente diferentes que justificam um tratamento diferenciado. As Forças Armadas não podem estar sujeitas a um processo de envelhecimento demográfico. Soldado velho não é soldado”, afirma.

Por isso, ele defende que os militares se aposentem antes, mas sem integralidade dos vencimentos. “O que é peculiar no Brasil é eles irem para a reserva com 100% do vencimento. Isso não encontra paralelo no mundo. É isso que tem de ser corrigido. Que ele possa sair mais cedo, mas que não receba a totalidade do vencimento.”