Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Tasso diz que momento ‘não é propício’ para falar sobre capitalização

Equipe BR Político

O relator da reforma da Previdência no Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE), afirmou que apesar de ser favorável ao modelo de capitalização, ele deve ficar fora da proposta que será apreciada na Casa. De acordo com ele, o tema foi “demonizado” na Câmara e pode contaminar algumas discussões, como a inclusão de Estados e municípios nas mudanças. “Eu, pessoalmente, sou favorável à capitalização dentro de um modelo mais elaborado. No entanto, acho que neste momento não é propício a discussão porque de alguma maneira ela já foi demonizada dentro de alguns círculos e na Câmara”, declarou o senador nesta quarta-feira, de acordo com o Broadcast Político.

Segundo Tasso, a discussão sobre a capitalização não é urgente e pode ocorrer após a conclusão da reforma da Previdência. Na avaliação do relator, colocar a capitalização na proposta paralela, junto com a inclusão de Estados e municípios, “pode contaminar algumas discussões que podem ser válidas”, disse. O relator disse ainda que o objetivo dos senadores é concluir a votação da proposta até o dia 2 de outubro, mas ele não descartou a possibilidade de o tema se arrastar mais, pois “no Senado, sempre podem aparecer imprevistos”, disse.