Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Temer recebeu R$ 1 mi em propina, diz força-tarefa

Equipe BR Político

De acordo com a força-tarefa da Lava Jato no Rio, o ex-presidente Michel Temer, preso na manhã desta quinta-feira, 21, recebeu R$ 1.091.000 em propina da Engevix por meio de uma empresa controlada por seu amigo pessoal, coronel João Baptista Lima Filho. A informação está no pedido de prisão autorizado pelo juiz Marcelo Bretas.

Segundo os investigadores, a propina foi paga no final de 2014 com transferências da empresa da Alumi Publicidades para a empresa PDA Projeto e Direção Arquitetônica, controlada Lima. Para justificar as transferências de valores foram simulados contratos de prestação de serviços da empresa PDA para a empresa Alumi.