Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Temer vai lavar as mãos sobre frete

Equipe BR Político

Em visita ao Paraguai, o presidente Michel Temer disse que obedecerá ao STF na questão do tabelamento do frete. “”Nós fizemos uma grande composição com os caminhoneiros, vocês perceberam o drama que foi. Agora, se o Supremo decidir de outra maneira, nós vamos obedecer”, afirmou o presidente.

A pedido do ministro do STF, Luiz Fux, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) emitiu um parecer contrário ao preço mínimo no frete.  Fux é o relator de ações que questionam a constitucionalidade da medida.

Tudo o que sabemos sobre:

Michel Temergreve dos caminhoneiros