Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Tereza Cristina aponta ‘falta de comunicação’ no governo sobre notificação

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou nesta quinta, 10, que não soube de antemão da estratégia do Ministério da Justiça de notificar produtores e comerciantes de gêneros alimentícios para que, em cinco dias, forneçam explicações sobre a alta dos preços dos gêneros básicos de alimentação, sobretudo o arroz nosso de todo dia. Segundo ela, falou comunicação.

Ministra da Agricultura, Tereza Cristina Foto: Noaldo Santos/Mapa

Como você leu aqui ontem no BRP, a medida do titular da pasta, André Mendonça, deixou de cabelo em pé o agronegócio. O próprio presidente da Associação Brasileira de Supermercados, João Sanzovo Neto, que estava reunido com o presidente Jair Bolsonaro, não foi informado no encontro que haveria essa notificação.

Em entrevista à Rádio Gaúcha, a ministra disse acreditar que não haverá intervenção estatal no preço dos alimentos. “(Eu) não sabia dessa estratégia, sabia que é parte da função deles (Secretaria Nacional do Consumidor, ligada ao Ministério da Justiça) verificar esses preços, mas eu acho que foi um conversa (que) não terá nenhum tipo de intervenção”.

Segundo ela, as parte envolvidas não trocaram informações sobre o assunto. “Eu acho que cada um fez… todo mundo trabalhando para verificar… porque abusos podem acontecer. A tente tem visto aí, vocês são da imprensa e fazem esse tipo de investigação de preço, vocês veem que tem alguns lugares que têm preços abusivos. Talvez tenha tido um pouco de falta de comunicação, sim”, admitiu.