Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Terra suspende edital para séries LGBT

Equipe BR Político

Após críticas do presidente Jair Bolsonaro ao uso do dinheiro público para financiar obras com temática LGBT, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, assinou, nesta quarta-feira, 21, uma portaria suspendendo um edital de 2018 da Ancine para selecionar séries que tratavam do assunto e que seriam exibidas na TV. Em sua última live no Facebook, Bolsonaro criticou obras pré-selecionadas pelo edital que abordavam a diversidade sexual. “Não tem cabimento fazer filme com esse enredo, né”, afirmou o presidente na semana passada sobre um dos projetos escolhidos. As obras selecionadas seriam bancadas pelo Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), da Ancine. A portaria de Terra está publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira de hoje, e a justificativa para a suspensão seria a “necessidade de recompor os membros do Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual (CGFSA)”. O documento do ministro também prevê que, após a recomposição do CGFSA, serão estabelecidas novas diretrizes e parâmetros para selecionar obras audiovisuais a serem bancadas pelo fundo.

A previsão era distribuir R$ 70 milhões entre as regiões do País para os projetos. O edital visava apoiar obras com temáticas de 14 categorias. Dentre elas, além da temática LGBT, estavam temas como meio ambiente, sexualidade, diversidade de gênero, raça e religião. Além de criticar os projetos selecionados, Bolsonaro também afirmou na live que, se não fosse pelos mandatos dos integrantes da Ancine, “degolaria” todos da agência.

Assine o BR Político para ter acesso a produtos e informações exclusivos. Clique neste link para se tornar um assinante.

Tudo o que sabemos sobre:

AncineLGBTPresidente Jair Bolsonaro