Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

The Lancet: Bolsonaro é a maior ameaça no combate à covid-19

Cassia Miranda

Exclusivo para assinantes

Em meio à pandemia do novo coronavírus, a revista científica inglesa The Lancet, uma das mais respeitadas do mundo, dedicou o editorial da próxima edição ao Brasil: “Talvez a maior ameaça ao combate à covid-19 no Brasil seja o próprio presidente do País, Jair Bolsonaro”, alerta a publicação.

Foto: Reprodução/The Lancet

O texto foi publicado online na quinta-feira, 7, e saíra também na próxima edição, que será publicada no dia 9 de maio, e traz editorial com o título “Covid-19 in Brazil: so what?” (“Covid-19 no Brasil: e daí?”, a publicação repercute a recente frase de Bolsonaro, quando ao ser perguntado sobre o número recorde de mortes em 24 horas no País, disse: “E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê? Eu sou Messias, mas não faço milagre”.

Sobre esse comentário, a Lancet afirma: “O Brasil, como país, deve unir-se para dar uma resposta clara ao ‘E daí?’ do presidente. Bolsonaro precisa mudar drasticamente o seu rumo ou terá de ser o próximo a sair”.

A publicação também aborda as insistentes investidas do presidente contra a política de isolamento social e trata também da crise política que envolve a saída de dois ministros em meio à pandemia.“Bolsonaro não só continua a semear a confusão ao desencorajar as medidas sensatas de distanciamento social e lockdown tomadas por governadores e prefeitos, mas também perdeu dois importantes e influentes ministros nas últimas três semanas”, diz o editorial.

Para a publicação, “tantos problemas no coração da administração é uma distração mortal no meio de uma emergência de saúde pública” e “um sinal de que a liderança do Brasil perdeu seu compasso moral, se é que já teve um”, completa.