Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Toffoli classifica como ‘desafio’ comandar o STF durante governo Bolsonaro

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli classificou como “um desafio” assumir  a Corte após as eleições de 2018, quando Jair Bolsonaro foi eleito presidente. “Com a eleição de Jair Bolsonaro houve, por parte de setores extremados, aí eu falo de grupos de apoio que deram suporte na eleição e votaram, eu não falo do governo em si, uma ideologia de que as instituições atrapalham a governabilidade”, disse Toffoli durante videoconferência promovida pela Universidade de Coimbra, em Portugal.

Como mostra o Blog do Fausto, o ministro também fez críticas à operação Lava Jato. Na visão de Toffoli, membros de forças-tarefas tentaram “intimidar juízes de tribunais superiores” e que “houve abusos” por parte de integrantes do grupo de trabalho. “O que houve depois é que, formadas determinadas forças-tarefas, qualquer decisão que limitava os abusos cometidos – e houve abusos, até porque se achavam donos da institucionalidade do Ministério Público –, qualquer decisão que entendia que houve uma prisão em excesso, que houve algum tipo abuso, se dizia que aquilo era contra o combate à corrupção”, completou.

Tudo o que sabemos sobre:

Dias ToffoliLava JatoSTF