Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Toffoli: ‘Justiça saberá agir a tempo e hora’

Vera Magalhães

Depois de dar o voto decisivo para mudar o entendimento do Supremo Tribunal Federal a respeito da prisão após condenação em segunda instância, o presidente da Corte, José Antonio Dias Toffoli, deu breve declaração ao Estadão em que repudia os ataques ao Judiciário vindos de quem condenou a decisão e também do ex-presidente Lula, beneficiado por ela.

“O Judiciário e a Justiça são feitos para a pacificação social. Se alguém quer se valer da Justiça para uma luta social, não vai conseguir. A Justiça não tolerará uma crise institucional e saberá agir a tempo e a hora”, afirmou.

Toffoli disse que “o radicalismo não leva a lugar nenhum”. “O que se espera é que as pessoas tenham serenidade e pensem no Brasil”, declarou, para emendar, em seguida, que a sociedade é devedora das Forças Armadas e do Judiciário para a garantia da paz social. “O Judiciário saberá agir no momento certo”, repetiu.