Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Toffoli ‘xatiado’ (desta vez, com razão)

Mario Vitor Rodrigues

O ministro do STF, Dias Toffoli, queixou-se de um “equívoco na leitura de nossas decisões”, nesta quarta-feira, 18, para defender-se das acusações de que teria cassado a decisão do ministro Édson Fachin ao mandar Paulo Maluf (PP-SP) para a prisão domiciliar.

Segundo o Blog do Fausto, Toffoli afirmou que ouviu o próprio Fachin e a presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia, antes de tomar a medida.